Por Marina Sequinel e Luiz Henrique de Oliveira 

O rapaz encontrado morto, só de cueca, próximo a uma boate em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, na segunda-feira (19), deixou um desabafo pelo facebook antes de morrer. Eduardo Augusto Ribeiro, de 22 anos, conhecido como “Tocha”, postou na rede social que alguém tinha lhe cobrado uma traição ou fofoca e que essa pessoa “dava muita mancada”. O jovem ainda afirmou que era membro de uma facção criminosa.

De acordo com o superintendente Marcos Gogola, da Delegacia de Campo Largo, Eduardo já havia sido preso por tráfico de drogas. “Quem sabe ele foi jurado de morte ou brigou dentro da boate. Nós não acreditamos que o motivo possa estar relacionado à postagem do rapaz no facebook, mas também não ignoramos esse fato”, afirmou em entrevista à Banda B nesta terça-feira (20).

A Delegacia de Campo Largo é responsável por investigar o caso.

Notícia relacionada

Homem é assassinado só de cueca próximo à ‘casa de lazer’ em Campo Largo