Foto: Juliano Cunha
Vítima foi espancada até a morte

Um advogado de 30 anos foi encontrado morto por volta das 5h30 desta terça-feira (1º) na rua Miguel Passarin, Vila União, no bairro Uberaba, em Curitiba. De acordo com a polícia, Tiago Vinicius Lopes Vasques teria sido espancado até a morte nessa madrugada. O corpo foi encontrado no meio da rua, a cerca de 100 metros do carro dele. Ainda não se sabe qual seria a motivação do crime.

O corpo de Tiago foi encontrado por policiais durante um patrulhamento de rotina na Vila União. A princípio, os policiais imaginaram que o homem poderia ter sido vítima de um atropelamento devido a algumas marcas de pneus no local. Mas, ao examinar o corpo, constatou-se que ele foi vítima de espancamento com o uso de paus e pedras. “A causa da morte parece ter sido uma luta corporal, sem disparo de arma de fogo. A motivação do crime ainda é obscura”, informou um dos policiais militares que atendeu a ocorrência.

Havia marcas de sangue no carro de Tiago, uma Parati, e o veículo também estava com a lataria amassada. Pela leitura da cena do crime, a polícia acredita que o advogado começou a ser agredido ainda dentro do carro e que teria tentado fugir. A vítima teria sido alcançada a cerca de 100 metros e espancada até a morte, provavelmente por mais de uma pessoa.

Familiares de Tiago estiveram no local, mas não quiseram dar detalhes sobre a vida do rapaz, que não tinha passagem pela polícia. A única informação repassada é de que ele teria saído do emprego recentemente. Existe a hipótese do crime ter sido cometido em razão de uma briga de trânsito ou num acerto de contas. Nenhum morador da região disse ter visto ou ouvido alguma coisa.