Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Um adolescente de 16 anos foi apreendido durante o final de semana acusado de matar, no último dia 30, o caminhoneiro José Renato da Silva Carneiro, de 51 anos, durante o assalto a um posto de combustíveis na BR-376, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O garoto afirmou que o tiro foi acidental e que possivelmente a arma só disparou por conta dos quatro copos de whisky que ele bebeu antes do assalto.

A polícia chegou até o adolescente depois que Wilian Felipe, de 18 anos, foi preso, na última sexta-feira, em um veículo usado no crime. “Este Wilian, o adolescente e outros três jovens praticaram o assalto. Pelas imagens e investigações conseguimos definir que o menor de idade foi quem atirou na cabeça do caminhoneiro”, contou à Banda B o delegado Gil Rocha Tesserolli, da Delegacia de São José dos Pinhais.

No dia do crime, o caminhoneiro parou no posto para ver o jogo entre Uruguai x Itália da Copa das Confederações. “O adolescente disse que foi pegar a carteira do caminheiro quando aconteceu o tiro acidental contra a cabeça dele, conforme também é visto pelas câmeras de segurança”, destacou.

A polícia tenta agora prender os outros três envolvidos no crime. “Estamos com as investigações adiantadas e temos certeza que vamos colocar todos atrás das grades. O adolescente foi encaminhado à Delegacia do Adolescente de São José dos Pinhais, ficando à disposição da Justiça”, concluiu.

 Notícias Relacionadas

Caminhoneiro para em posto na BR-376 para ver jogo e leva tiro na cabeça mesmo entregando carteira