Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

fogo-artificioAdolescente conseguiu comprar fogos de artifício, o que é proibido. Foto: DB/Banda B

Um adolescente de 16 anos perdeu a mão esquerda ao acender um fogo de artifício no início da noite desta quarta-feira (22), no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O garoto ficou gravemente ferido e foi socorrido ao Hospital Cajuru, em Curitiba.

O acidente aconteceu pouco depois das 18 horas na rua Thomás Carmeliano de Miranda. Segundo informações dos homens do Corpo Bombeiros, o menino contou que mora no bairro Cajuru, em Curitiba, e estava em São José na casa de um amigo.

fogo-artificio-dentroGaroto comprou uma caixa e outros explosivos. Foto: DB/Banda B

No fim da tarde, o garoto contou que foi até um comércio para comprar fogos de artifício. O adolescente se feriu ao acender o primeiro de uma caixa com seis. De acordo com o soldado Vieira, o garoto perdeu a mão esquerda e teve outros ferimentos. “Ele estava sentado e sendo amparado por outras pessoas que estavam ali. Ele perdeu a mão e além disso teve queimaduras no peito e um corte na cabeça, pequenas escoriações”, contou.

O adolescente foi encaminhado pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) até o Hospital Cajuru, onde foi submetido a uma cirurgia.

Proibido

A venda de fogos de artifício para menores de 18 anos é proibida. Inclusive, a recomendação é que as crianças jamais devem manipular nem permanecer próximas aos fogos de artifício. Mesmo as bombinhas, que podem ser vendidas para menores, devem ser manipuladas com supervisão dos pais.