Por Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

Uma adolescente de 16 anos é a principal suspeita de ter matado o companheiro dela com golpes de garrafa na manhã desta quinta-feira (22), no bairro Cabral, em Curitiba. Faustino Ferreira de Brito, 33 anos, foi encontrado pela mãe na porta da casa onde morava com a adolescente, há cerca de um ano. Familiares contaram que o relacionamento deles era conturbado e a garota já tinha incendiado a casa da sogra e esfaqueado o marido.

O crime aconteceu na rua Quintino Bocaiúva na casa onde o casal morava. Familiares não ouviram brigas, mas disseram ter visto a adolescente fugindo. A mãe achou estranho, foi até a casa do filho e o encontrou morto, próximo à porta.

“Ela fugiu a pé e tem que ir presa porque sempre batia nele. Já tinha dado uma facada nele e, por isso,  meu filho já estava com cirurgia marcada. Ela já tinha mandado ele pro hospital uma vez, agora fez isso”, disse a mãe da vítima, em entrevista à Banda B.

A Polícia Científica esteve no local e confirmou que o homem foi morto por ferimentos de arma branca. No local, uma garrafa quebrada com muito sangue indicava que, possivelmente, foi usada no crime. “Ela é bem bravinha, esquentada”, disse o primo da vítima.

De acordo com o soldado Bragança, a Polícia Militar (PM) já atendeu diversas ocorrências na casa, entre elas, um incêndio na casa da mãe da vítima, que teria sido provocado pela adolescente. “Já viemos atender outras ocorrências de briga, desta vez, não conseguimos fazer nada”, finalizou.

O corpo da vítima será recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. O Distrito Policial da região ficará responsável pelo caso, por ser de autoria conhecida.