Um adolescente de 16 anos levou um tiro no ombro e antes que recebesse outro disparo fugiu em direção ao 11° Distrito Policial (11° DP), na Cidade Industrial de Curitiba, durante a tarde deste domingo (11). Marcelo Necker chegou a cortar as mãos, porque os muros do distrito são protegidos por arame farpado.

O cabo Alessandro, do Siate, que prestou os primeiros atendimentos a Necker, contou que o estado da vítima inspira cuidados, mas sem risco de morte. “Está estável. O tiro foi no ombro e as mãos dele estão machucadas por conta do arame da delegacia. Ele só disse que tentava fugir e ali era o local mais seguro para se esconder”, contou o cabo.

Marcelo foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador. Quando receber alta, o adolescente terá que voltar ao 11° DP para explicar o que aconteceu neste domingo.