Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

desaparecido-300813-bandab

Adolescente é suspeito de furto no litoral. Foto: Arquivo pessoal

O adolescente de 16 anos que desapareceu na semana passada em Matinhos, no litoral do Paraná, foi encontrado morto na represa de Piraquara, região metropolitana de Curitiba. O corpo de Julio César Gros de Medeiros foi reconhecido pela família na tarde desta quarta-feira (4) no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Laudos preliminares no IML indicam que o adolescente morreu por afogamento. O corpo do garoto chegou a ficar sem identificação, mas a família confirmou a identidade dele por volta das 16h30 de ontem. O suspeito é um morador do bairro Santa Felicidade que alega ter sido vítima do adolescente.

A Polícia Civil de Matinhos já tem um suspeito de ter desparecido com o adolescente. É um morador do bairro Santa Felicidade, em Curitiba, que, em depoimento, afirmou ter sido vítima do adolescente, que teria furtado todos os objetos da dele em Guaratuba, no litoral. Segundo o suspeito pelo sumiço do garoto, Julio César, na companhia de um amigo, invadiu a casa da praia do suspeito e levou todos os objetos enquanto a família estava em Curitiba, fora de temporada. Há um boletim de ocorrência sobre o furto ocorrido.

Caso

A família do adolescente entrou em contato com a polícia do litoral para informar que Julio Cesar tinha sido levado por um veículo Fox, com placas de Curitiba, na última terça-feira (27). Dentro desse veículo estavam quatro pessoas, entre elas, uma mulher. As informações da procedência do carro indicam que ele é de Santa Felicidade. “Temos todos os indícios, mas eles dizem ter abandonado o garoto. Há fortes indícios de que ele esteja morto”, disse o delegado Messias da Rosa à Banda B, no início dessa semana.

Ainda, de acordo com o delegado, o suspeito confirma que foi até a casa do adolescente. “Já conversamos com ele, que confessou ter sequestrado o adolescente, resgatado todos os móveis, televisores e eletrônicos que tinham sido furtados e abandonado o jovem na praia de Gaivotas”, explicou o delegado. Todos os objetos da casa invadida já teriam sido vendidos pelo adolescente. Mesmo assim, o morador da residência, que está sendo apontado como o autor do sumiço do adolescente, conseguiu recuperá-los. Há mandado de prisão, que ser cumprido ainda nessa semana.

Notícias relacionadas:

Dono de casa furtada no litoral é suspeito de dar sumiço em possível assaltante