Uma briga entre gangues rivais no bairro Cajuru, em Curitiba, teve mais um capítulo de morte na noite deste domingo (28). Um jovem de 18 anos cruzou a linha férrea – limite entre os grupos rivais – e foi atingido por 15 tiros pelo motorista de um Fiat Palio. Everton Benjamim Santos Pinheiro já tinha passagens pela polícia na Delegacia de Adolescente por roubo. Informações de moradores, confirmadas pela Delegacia de Homicídios, é que o adolescente estava proibido de atravessar a linha férrea.

De acordo com testemunhas que serão ouvidas ainda nesta semana, o jovem, que mora na Vila Trindade, estava na rua Leonardo Gelinski, próximo a linha férrea, na companhia de outro jovem quando foi ferido por arma de fogo. Foram 15 tiros disparados contra ele. Depois de cair do chão, os assassinos ainda atiraram contra a parte posterior da cabeça dele, que morreu na hora. O jovem que estava com a vítima no momento dos disparos identificado como Mauro Sérgio Soares, 21 anos, conseguiu fugir, mas foi ferido no pé e encaminhado ao Hospital Cajuru.

O delegado Rubens Recalcatti da Delegacia de Homicídios, em entrevista à Banda B, disse que os jovens estavam sentados na linha férrea, conversando. “Nesse momento passou um Fiat Palio com quatro ocupantes e deu uma campanada na dupla. Eles foram até a esquina, deram a volta e já voltaram atirando”, descreveu. Há hipótese de Everton ter passado para o outro lado para vender drogas. Esta informação está sendo apurada pela DH.

Outros

O final de semana foi violento na região do bairro Cajuru. Um usuário de drogas foi assassinado na rua Niterói por volta das 22h45 de ontem. Rômulo Augusto dos Santos, 21 anos, levou um tiro e morreu na hora. A Delegacia de Homicídios informou que o caso tem poucas informações. “Estamos aguardando depoimentos e mais informações, mas ele estava devendo dinheiro para traficantes. Este pode ter sido o motivo da morte dele”, informou. De acordo com as investigações, Rômulo tinha sido ameaçado de morte por traficantes do Bairro Alto. O irmão dele tinha pago, recentemente, uma dívida de R$ 2.500,00, mas o usuário continuou a acumular dívidas com os traficantes e acabou assassinado.

Também, um adolescente de 16 anos foi assassinado no sábado (27) ao lado de um bar da Rua Leonardo Novicki. A mãe teria ido chamar ele para dentro, quando escutou o disparo que o vitimou. Alan Derenguier de Camargo já possuía várias passagens pela Delegacia de Homicídio.

Balanço

O final de semana registrou 17 mortes violentas em Curitiba e região metropolitana. De acordo com o boletim oficial do Instituto Médico Legal (IML), das 18h de sexta-feira (26) até as 6h de hoje (29), onze pessoas foram assassinadas, duas foram vítimas de acidente de trabalho, duas do trânsito, uma morreu por afogamento e outro por queimadura.