Por Elizangela Jubanski, Juliano Cunha e Antônio Nascimento

Um adolescente de 14 anos e outro jovem foram mortos a facadas em uma briga generalizada no final da noite desta quinta-feira (12), no bairro Santa Cândida, em Curitiba. A confusão aconteceu na região no Jardim Aliança e, segundo informações da polícia que foram apuradas no local, os autores dos golpes estavam no mesmo grupo. Elizeu da Luz, 15 anos, morreu no meio da rua. Rodolfo Franco Martins morreu logo após dar entrada na Unidade de Saúde Boa Vista. Testemunhas disseram que o namoro da vítima teria sido o motivo da confusão. Uma pessoa foi detida.

De acordo com a Polícia Civil, a namorada de Elizeu teria terminado o namoro porque ele a proibiu de trabalhar. Depois de alguns dias, ele teria ido até a residência da família da jovem e apedrejou a casa dela. Ontem, ele teria ido novamente. Foi quando iniciou a confusão com outras pessoas que estavam na rua, consumindo drogas e bebidas alcoólicas. Não há informações sobre quem estava armado com facas.

Depois dos golpes, dois feridos foram transportados por conhecidos até a Unidade de Pronto-Atendimento do Boa Vista, em estado considerado grave. Um deles morreu logo após a chegada. O adolescente ficou no local, na rua Dilair Silvério, aguardando atendimento do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu antes de ser socorrido.

O major Hudson, subcomandante do BOPE, chegou rapidamente ao local e disse que até a mãe do jovem que morreu estava consumindo bebidas e drogas com o grupo. “A mãe do adolescente estava sob efeito de álcool quando chegamos. Por isso, acreditamos que a confusão foi intensificada pelo uso de drogas e álcool”, contou.

Durante o atendimento policial houve um novo tumulto provocado por familiares da vítima. A polícia tentava confirmar a informação de que os dois rapazes socorridos, um ferido a tiros e outro a facadas, poderiam ser os autores do homicídio. Horas depois, Fernando da Silva, 29 anos, foi preso acusado dos golpes. Ele nega o envolvimento. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.