O acusado de matar uma jovem de 18 anos em Curitiba foi preso em flagrante na tarde desta quarta-feira (20) em Piraquara logo após de assaltar uma joalheria do Shopping Jardim das Américas. Thiago Fabrício Mendes de Souza, 23 anos, foi preso dividindo os lucros com o irmão e o primo e é acusado de matar Joice Isabela da Silva no bairro Capão da Imbuia no último dia 10 de fevereiro.

Antônio Nascimento – Banda B

De acordo com o delegado Osmar Feijó, a vítima foi morta com dez tiros, após se envolver numa briga com outras meninas na noite daquele sábado (10). Joice foi assassinada o lado da estação-tubo Antônio Meirelles Sobrinho, na Rua Engenheiro Costa Barros, próximo ao Terminal do Capão da Imbuia. “Questionado na morte, o Thiago havia afirmado que essa Joice o havia jurado de morte, então após uma briga ele efetuou um disparo na cabeça e fez os outros disparos para ter a garantia da morte”, disse.

A polícia agora investiga se Thiago também está envolvido na morte de uma amiga de Joice, também em Curitiba.

Quadrilha presa

Ao lado de Thiago, Flávio Lúcio Fabrício de Lima, 21 anos, Guilherme Lucas Fabrício, 19, e Adir de Lima de Souza, 34, também foram capturados durante a quarta-feira por policiais militares do Batalhão de Polícia de Guarda, que faziam trabalho conjunto de investigação com a Delegacia de Piraquara, numa casa no bairro Guarituba, no momento em que dividiam as joias do assalto. Momentos antes da prisão, o quarteto havia assaltado a Joalheira Viccenza, no Shopping Jardim das Américas, em Curitiba.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Piraquara, Osmar Feijó, duas pistolas, uma calibre 380 e uma .40, e um revólver calibre 38 foram apreendidos com os marginais. “Quando interrogamos o Thiago descobrimos que ele foi o autor de um homicídio ocorrido no dia 10 de março, próximo a uma estação-tubo no Capão da Imbuia, em Curitiba. Por isso ela vai responder também por homicídio”, contou o delegado.

As joias e relógios encontrados em poder da quadrilha foram devolvidos para a Joalheria Viccenza.