Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

Um grave acidente entre dois ônibus no bairro Campina do Siqueira, em Curitiba, deixou uma pessoa morta na manhã desta segunda-feira (2), feriado de Finados. Um ônibus da linha Mossunguê, do transporte público da capital, colidiu contra um micro-ônibus de turismo que levava cerca de 20 ocupantes. O carioca Lucas de Castro Ribeiro da Silva, 23 anos, que estava nesse micro-ônibus foi ejetado e morreu na hora.

Segundo testemunhas, o motorista do ônibus de linha que seguia pela rua Jenônimo Durski, sentido terminal do Cmapina do Siqueira, teria furado o sinal e atingido a lateral do micro-ônibus, que estava na Padre Agostinho. A autônoma Márcia Tibero, que vinha atrás do micro-ônibus, viu a cena. “O Mossunguê furou sinal, poderia ter sido a gente porque meu irmão ia ultrapassar o ônibus de turismo e eu disse que não precisava porque o trânsito estava tranquilo. De repente, vimos aquela pancada. Estávamos bem atrás do ônibus”, disse a testemunha que estava em um Kia Soul.

Com o impacto, o micro-ônibus rodou na pista e bateu violentamente contra um poste de iluminação pública. Nesse momento, o passageiro, que veio do Rio de Janeiro, foi ejetado e morreu na calçada.

Dezoito pessoas ficaram feridas, de acordo com o sargento Jorge Taufik do Batalhão de Polícia de Trânsito (Bptran). “Teve um grave acidente com 18 vítimas encaminhadas a diversos hospitais da capital e uma pessoa em óbito no local. Ela era passageira do ônibus com os congressistas e foi ejetado após a colisão. Relato de testemunhas conta que esse ônibus teria avançado o sinal, mas não podemos afirmar porque não temos a declaração do outro motorista”, descreveu.

O motorista do Mossunguê teve ferimentos e foi levado a um dos hospitais de Curitiba. Os ocupantes do micro-ônibus seguiam para o 42º Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, que acontece no auditório da Universidade Positivo.

A rua Padre Agostinho está totalmente bloqueada e agentes da Secretaria de Trânsito estão no local para dar orientações aos motoristas. O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.