Da Redação

Uma operação do Nucrisa (Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde) com o apoio da Vigilância Sanitária de Curitiba e do Conselho Regional de Educação Física resultou na interdição de 17 academias de musculação, nesta segunda-feira (19), na região metropolitana de Curitiba.

Durante a ação, cinco pessoas foram presas, sendo uma em flagrante por vender suplementos sem autorização. A operação visou combater, por exemplo, o fato de em algumas academias os professores trabalharem sem registro no conselho de Educação Física. Além disto, em alguns casos, estagiários eram os responsáveis por orientar os alunos, o que não é permitido.

No total, a operação vistoriou mais de 24 academias. Foram fechados quatro estabelecimentos em Araucária, quatro em Colombo, três em São José dos Pinhais, dois em Piraquara, dois em Pinhais e dois em Fazenda Rio Grande.