Da Agência Brasil

A população de Curitiba tem mais uma opção para fazer o teste de HIV. Trata-se de uma plataforma virtual (www.ahoraeagora.org) que permite a autotestagem por meio de teste de fluido oral, com objetivo principal de ampliar o diagnóstico precoce do HIV entre as populações mais vulneráveis à infecção e assim ampliar a eficácia do tratamento. O teste poderá ser feito em casa, com o uso de kits que podem ser pedidos pela internet.

A plataforma é a principal inovação do projeto “A Hora É Agora – Testar Nos Deixa Mais Fortes”. Lançado em Curitiba em novembro passado, o projeto visa a expansão da testagem rápida e gratuita anti-HIV entre as populações mais vulneráveis à infecção – ou ou seja, os jovens gays e outros homens que fazem sexo com homens.

testeTeste pode ser pedido pela internet (Foto: Divulgação SMCS)

O projeto ainda faz uso de outras abordagens inovadoras junto à população alvo, entre elas a testagem rápida móvel em trailers equipados com laboratórios e na sede do Grupo Dignidade – organização não governamental de promoção dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros (LGBT). Foram realizados até agora 440 testes nos trailers do projeto, com resultado positivo para o vírus em 15 casos – 10 dos quais na população-chave.

O maior destaque, no entanto, fica para a estratégia de e-Testing, que disponibilizará uma plataforma web para que o público-foco do projeto tenha mais opções de acesso ao teste anti-HIV. Os usuários poderão solicitar o kit de testagem pelo site e retirá-lo nos postos de autoatendimento recentemente lançados pelos Correios ou na Farmácia Popular do centro de Curitiba. Com isso, poderão realizar o autoteste em casa ou em outro local em que se sintam confortáveis. O teste oral é validado para o uso no Brasil. É rapido, confiável, confidencial e sua execução é muito simples.

Como funciona

Ao acessar o site, os interessados encontrarão informações sobre prevenção contra o HIV e uma calculadora de risco de infecção que fornece um resultado com base nos comportamentos relatados, além de opções para o recebimento de um kit com o teste de fluido oral para o HIV. As instruções para a autotestagem estarão disponíveis na bula do teste e em um link na plataforma que dará acesso ao vídeo demonstrativo sobre a forma correta de fazer o teste e ler seu resultado.

Em caso de resultado positivo, os participantes serão encaminhados ao Centro de Orientação e Aconselhamento (COA) da Secretaria Municipal da Saúde para confirmação do diagnóstico da infecção e o agendamento da consulta médica para acompanhamento. Os usuários do site também terão à disposição uma linha telefônica (Disque Agora, 041-3322-2200) 24 horas por dia, sete dias por semana, para tirar dúvidas e obter apoio especializado.

Quanto mais prococemente a pessoa se descobrir soropositiva e iniciar o tratamento adequado, menor o dano que o HIV fará ao sistema imunológico. Além disso, o tratamento apropriado leva a uma queda de 96% na possibilidade da transmissão do virus. Atualmente o tratamento da infecção pelo HIV é realizado apenas com um comprimido ao dia.

A principal estratégia de divulgação do site será em bares, boates e outros estabelecimentos frequentados pela população-chave do projeto.

O projeto “A Hora É Agora” é uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba, o Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos da América (CDC), o Grupo Dignidade, a Universidade Federal do Paraná e o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS).

Compromisso

O projeto faz parte das ações que Curitiba adota para cumprir um compromisso firmado em dezembro de 2014, em reunião do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), em Paris: erradicar a epidemia de Aids nos próximos 15 anos, por meio de uma estratégia que estabelece que, até 2020, seja atingida a meta 90-90-90: que 90% das pessoas que vivem com HIV saibam que têm o vírus; 90% destas pessoas diagnosticadas estejam em tratamento; e 90% destes pacientes tratados tenham carga viral suprimida em seus organismos – situação em que, de acordo com estudos clínicos, as chances de transmissão de HIV se reduzem em 96%. Para 2030, a meta é alcançar 95-95-95 nestes três indicadores. A capital paranaense foi escolhida para participar deste esforço internacional por suas ações inovadoras em saúde pública e, em especial, na resposta à aids.

Hoje, no Brasil, 78% dos portadores de HIV receberam o diagnóstico do vírus, 56% dos diagnosticados aderiram ao tratamento com medicamentos antirretrovirais e 75% destes conseguem manter a carga viral abaixo do nível detectado pelos exames. Não há dados regionalizados para Curitiba, mas estima-se que a cidade acompanhe os índices nacionais.

“Curitiba tem um histórico importante no combate à epidemia. Foi, por exemplo, a primeira cidade a notificar todos os portadores de HIV, e não apenas os doentes de AIDS”, lembra o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda.

O secretário cita a eliminação da fila para atendimento desses casos. “A atual gestão trabalha para descentralizar o atendimento aos HIV positivos, um conjunto de pessoas que têm necessidades de saúde diversas e, por isso mesmo, podem ser bem acompanhadas por clínicos nas unidades de saúde próximas de suas residências, com o apoio de infectologistas. Com este trabalho conseguimos diminuir o tempo de espera para o atendimento e, junto a isso, com o trabalho realizado pelo programa Mãe Curitibana, no ano passado não registramos nenhum caso de transmissão vertical do vírus, que é a que passa de mãe para filho durante a gestação”, diz ele.

Serviços

A plataforma de orientação e solicitação do autoteste de HIV está disponível no endereço www.ahoraeagora.org. Os kits de testagem podem ser enviados aos interessados por correio ou retirados nos endereços descritos abaixo, conforme opção feita diretamente na plataforma:

Farmácia Popular
Rua Cândido Lopes, n.º 208, Centro
De segunda a sexta das 8h00 às 18h00 e aos sábados das 8h00 às 12h00

Terminais de autoatendimento
Rua 24 Horas, loja 21, Centro
Todos os dias da semana, das 09h00 às 22h00

Shopping Barigui
Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600, Barigui
Segunda a sexta das 11h00 às 23h00, sábados das 10h00 às 23h00 e domingos das 12h00 às 23h00

Shopping Total
Rua Itacolomi 292, Portão
De segunda a sábado das 10h00 às 22h00 e domingos das 14h00 às 20h00

Unidade móvel

A unidade de testagem móvel do projeto “A Hora É Agora” funciona todas as sextas-feiras, das 18 às 22 horas, na Praça Osório, e aos sábados, das 19 às 23 horas, em local próximo à Praça Tiradentes. Eventuais alterações nos locais e horários de testagem estarão disponíveis na página do projeto no Facebook (http://goo.gl/k5wXmg) .

A testagem rápida do HIV também pode ser realizada no Centro de Orientação e Aconselhamento (COA – Rua do Rosário, 144, 6º andar), de segunda a sexta, em horário comercial.