Da Redação com AEN

O governo do Paraná começa a organizar novo mutirão de cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é diminuir o tempo de espera por esse tipo de procedimento, que não é de urgência, para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Com aporte adicional de quase R$ 30 milhões em recursos federais, o novo mutirão deve começar em setembro e se estender até julho de 2014. A prioridade é atendimento em especialidades que hoje registram grande procura, como cirurgias ortopédicas, oftalmológicas (cataratas), vasculares (varizes) e gerais (vesícula e hérnia).

No mutirão de 2011/2012, o Paraná realizou 67.367 cirurgias eletivas pelo SUS.

Referências

A Secretaria da Saúde vai abrir em setembro um chamamento público para selecionar os serviços de saúde que participarão do novo mutirão. Já em setembro, o mutirão será iniciado com cirurgias oftalmológicas.

No último mutirão, mais de 150 prestadores do SUS firmaram convênio para participar da mobilização no Paraná. A expectativa é cobrir novamente todas as regiões do estado, garantindo atendimento de qualidade o mais próximo das casas dos pacientes.