Redação

Prefeitura_Municipal_da_Lapa_PR

Ruy da Farmácia é vice-prefeito, mas não vai participa da administração.

Após questionamento de ouvintes sobre a ausência do vice-prefeito na sede da prefeitura da Lapa, região metropolitana de Curitiba, a Banda B procurou Ruy Supricy Wiedmer (PSB), conhecido como Ruy da Farmácia, que é vice-prefeito da cidade, para explicar o porque não frequenta a sede municipal. “Outra pessoa foi chamada para comandar a Secretaria da Saúde, que eu pensei que fosse minha depois das eleições”, criticou.

Ruy da Farmácia compôs a chapa da, então, candidata a prefeitura da cidade Leila Krenk (PT). Eles venceram, no entanto, Ruy acabou ficando fora da administração da cidade. “Eu sempre fiz um trabalho social na área da saúde e eu acharia que minha equipe iria comandar a saúde, mas a prefeita não me escolheu. Por isso, acabei ficando de fora. Mas eu continuo fazendo trabalhos sociais longe da prefeitura”, explica.

De acordo com ele, não houve nenhum acordo pré-estabelecido durante as eleições. “Eu acreditava que o bom senso ia falar mais alto”, diz Ruy. Na ausência da prefeita, Ruy diz que outra equipe estaria à frente da vice-prefeitura. “Uma equipe bem organizada, dá conta”.

Prefeitura

A Banda B entrou em contato com a prefeitura da Lapa que respondeu a reportagem por meio de nota:

“A Prefeitura da Lapa estranha a declaração do vice-prefeito. Ele afirmou não querer assumir pessoalmente a Secretaria de Saúde e os nomes indicados por ele não aceitaram o cargo, tanto o é que a prefeita Leila Klenk dirigiu a referida Secretaria durante o mês de janeiro, até a efetivação da responsável pela pasta.

O PSB, partido presidido por Ruy Wiedmer na Lapa, participa da administração com membros ocupando cargos de diretoria e outras funções de assessoria.

Portanto, trata-se de uma questão interna e assim será resolvida”.