Ouça o áudio

Em entrevista exclusiva à Rádio Banda B na tarde desta sexta-feira (25), o vereador Amauri Lobato (PSC), presidente da Câmara de Vereadores de Almirante Tamandaré, confirmou que, em reunião extraordinária na noite de ontem, foi definido que será colocado em pauta na Casa uma brecha na Lei da Ficha Limpa do município. Segundo ele, caso está mudança no artigo venha a ser aprovada, quem tiver sido condenado por crime de abuso de poder administrativo pode conseguir um cargo comissionado na Prefeitura do município da região metropolitana. (Ouça o áudio completo no ícone acima)

O vereador confirmou que está mudança irá beneficiar, por exemplo, o ex-prefeito Cezar Manfron (PDT). “Vamos direto ao ponto, o Manfron foi condenado por este crime e caso a lei seja aprovada poderá conseguir um cargo. O importante é salientar que a mudança é apenas neste artigo, no restante, a Lei da Ficha Limpa segue valendo, como sempre foi”, garantiu o presidente da Câmara.

Segundo Lobato, a brecha não foi aprovada ainda e a pressão popular pode barrar o projeto. “Ainda será colocado em votação e se a pressão da sociedade for grande ela pode vir a não ser nem aprovada. Eu repito, não é uma queda da Lei da Ficha Limpa, ela continua, só irá ser aberta uma brecha”, concluiu o vereador.

O salário de secretário em Almirante Tamandaré é de R$ 9,5 mil. A Banda B acompanha o caso para ver quais serão as definições dos vereadores.