Por Marina Sequinel

(Fotos: Banda B)

O vereador de Colombo, Joaquim Gonçalves de Oliveira (PTB), conhecido como Oliveira da Ambulância, foi preso ao tentar descontar dois cheques fraudados em um comércio de Curitiba, na tarde desta quinta-feira (29). A Polícia Civil encaminhou o parlamentar à Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga (DEDC), onde deve permanecer detido até pagar fiança no valor de R$ 3 mil.

oliveira-da-ambulancia

(Foto: Banda B)

Segundo o delegado Wallace de Brito, essa não foi a primeira vez que ele tentou cometer o mesmo tipo de delito. “Hoje, o comerciante nos procurou depois que percebeu a ilegalidade dos cheques, que totalizavam R$ 5 mil. Ele afirmou que, em uma ocasião anterior, já havia alertado o vereador de que os papéis pareciam falsos, mas Oliveira insistiu”, explicou ele em entrevista à Banda B.

O parlamentar recebeu voz de prisão enquanto esperava os cheques serem descontados. “Nós fizemos o levantamento e confirmamos que os documentos realmente foram montados e são de proveniência criminosa. Ele alegou que havia recebido os papéis de um cliente, para o qual faria um serviço, mas não soube dizer quem era. Mas como já havia tentado outras vezes, e tem na ficha até mesmo crime contra a administração pública, pode-se dizer que não é uma pessoa que mereça credibilidade”, completou o delegado.

De acordo com ele, já que o vereador não conseguiu executar o crime, a pena diminui e o direito de fiança é assegurado. “Agora ele precisa pagar R$ 3 mil, e não em cheque, mas em dinheiro, para deixar a delegacia”, concluiu Brito.