A nota foi publicada na coluna de Celso Nascimento, na Gazeta do Povo, nesta quinta-feira (18)

Sucatinha

Leiloado em 2011 e arrematado a preço de banana por uma conhecida empresa de taxi aéreo do Paraná, o turbo-hélice King Air que serviu ao governo do estado por quase quatro décadas foi reformado e está em plena e rentável operação. Dava-se como motivo para a venda o sucateamento da aeronave, que teria se tornado dispendiosa, imprestável e insegura. Valor do arremate: R$ 490 mil. Não se sabe quanto custou a restauração, mas é o mesmo velho King Air que hoje serve à Assembleia Legislativa ao custo de R$ 2.250.000,00 pelas 300 horas de voo contratadas por ano.