Folha de S. Paulo

alexandrino

Para o ministro não está comprovado que o executivo possa interferir nas investigações. Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki mandou soltar o executivo Alexandrino Salles de Alencar, da Odebrecht, que está preso desde junho deste ano por suspeita em participação no esquema de corrupção da Petrobrás. As informações são da Folha de S. Paulo.

Segundo a decisão, o ex-diretor de Relações Institucionais da construtura fica proibido de manter contato com os demais investigados na Operação Lava Jato e também não poderá deixar o país, tendo que entregar o passaporte em até 48 horas às autoridades.

Para o ministro não está comprovado que o executivo possa interferir nas investigações, o que estão justificaria a manutenção da prisão preventiva. Leia matéria completa aqui.