O Senado aprovou nesta terça-feira (5) a contratação de operação de crédito entre o Governo do Paraná e o Banco Mundial (Bird) no valor de US$ 350 milhões (cerca de R$ 700 milhões). Os recursos serão utilizados em ações nas áreas de agricultura, meio ambiente, saúde e educação.

O governador Beto Richa disse que os senadores entenderam a importância do Paraná ter acesso aos recursos internacionais para a realização de ações em favor da população. “Os recursos são fundamentais para a execução de vários programas que vão contribuir para a melhoria da qualidade de vida de todos os paranaenses”, afirmou.

O pedido de empréstimo foi apreciado e aprovado no início do dia pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e seguiu para o plenário do Senado onde recebeu aprovação final. O processo que permitiu a agilização da votação teve apoio dos senadores paranaenses Álvaro Dias e Sérgio Souza.

O secretário de Representação do Paraná em Brasília, Amauri Escudero Martins, lembra que as negociações com o banco foram iniciadas em 2011 e que o contrato entre o Estado e a instituição poderá ser assinado nas próximas semanas. “A gestão fiscal do Estado e os padrões internacionais de administração que seguimos foram essenciais para este pleito”, ressaltou.

Embate

A votação do empréstimo havia sido barrada no dia 18 de dezembro por intervenção do senador Roberto Requião, que alegou falta de informações sobre o destino dos recursos. Na mesma sessão, foram aprovados empréstimos para o Ceará, Santa Catarina, Bahia, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte.

Nesta terça-feira, o pedido de empréstimo voltou à pauta da casa a pedido do senador Álvaro Dias. “Propus que aprovássemos o pedido de empréstimo sem prejuízo ao requerimento para que o Governo do Paraná encaminhe as informações requeridas”, ressaltou o senador.

“Éramos para ter votado no ano passado essa questão e todos sabem o porquê. Queremos, o mais rápido possível, dar essa resposta para a melhoria de vida do povo do Paraná”, lembrou o senador Sérgio Souza.

Investimento

O empréstimo vai financiar ações do Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná, que contempla nove programas com ações das secretarias de Agricultura, Meio Ambiente, Saúde e Educação. Estes programas estão organizados em quatro subcomponentes: Desenvolvimento Rural Sustentável, Gestão Ambiental e de Riscos de Desastres, Educação e Saúde. A contrapartida do Paraná será de US$ 439 milhões (aproximadamente R$ 870 milhões).