O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB) contrariou a vontade do governo de que o secretário de Planejamento, Cássio Taniguchi, fizesse uma apresentação aos deputados do programa “Tudo Aqui Paraná” em reunião fechada, nesta quarta-feira (3). Depois de derrubar todos os requerimentos para que a explicação ocorresse em plenário, os governistas haviam definido que Taniguchi iria falar nesta quarta na sala da presidência apenas para os deputados, sem a presença da imprensa. Logo início da sessão hoje, Rossoni deu a contra-ordem: “Na minha presidência não tem reunião fechada. A reunião com o secretário Cassio será aberta a todos”.

Sem saber da declaração de Rossoni, o líder do governo, deputado Ademar Traiano (PSDB) começou a dar entrevistas na sala de imprensa da Alep reforçando que a sessão seria fechada. “Causa menos tumulto”, afirmou. Ao ser alertado sobre a decisão de Rossoni, recuou: “Se ele falou e a reunião será na sala da presidência, ele manda”, disse Traiano.

O projeto, que se dá através de uma Parceria Público Privada no valor de R$ 2,9 bilhões, pretende concentrar quase duzentos serviços públicos federais, estaduais e municipais em um único lugar. Na sessão da última terça-feira (26), o pedido da oposição para que Taniguchi prestasse esclarecimentos sobre a licitação foi rejeitado pela Casa.