Da CMC

A Câmara de Curitiba acatou, nesta terça-feira (29), iniciativa do vereador Colpani (PSB), para homenagear o radialista, músico e empresário Paulo Chaves, através de denominação de logradouro ainda não nominado. Segundo o vereador, que era amigo de Chaves desde a década de 1980, o compositor colaborou muito com a cultura da capital, através da música “Piá Curitibano”, considerada hino não oficial de Curitiba.

“Essa canção, inclusive, ajudou o Paulo a ganhar a simpatia das crianças. Essa homenagem serve também a muitos radialistas da cidade, que apesar de serem muito bons no que fazem, acabam a vida numa situação difícil”, lamentou Colpani.

Bruno Pessuti (PSC) lembrou aos vereadores que conhecia Paulo Chaves desde sua infância, já que ele foi o compositor de todos os jingles utilizados nas campanhas de seu pai, Orlando Pessuti. Chaves também compôs o jingle utilizado durante a campanha que elegeu Bruno Pessuti, em 2012. “Fico feliz com esta homenagem que é singela, diante de tudo aquilo que Paulo Chaves representou ao Paraná”, disse o vereador.

Também elogiaram a iniciativa de Colpani os vereadores Aldemir Manfron (PP), Cristiano Santos (PV), Paulo Salamuni (PV), Rogério Campos (PSC) e Valdemir Soares (PRB).

Biografia

Paulo Chaves começou a cantar aos seis anos de idade. Era bacharel em direito, compositor, cantor com diversos discos gravados, produtor musical de jingles, trilhas e vinhetas, programas de rádio para campanhas políticas e outros materiais de áudio para publicidade. Foi também apresentador de programas de televisão e radialista na “Rádio Independência AM”, “FM Brasil 104”, “Rádio Caiobá FM”, “Antena 1”, “Rádio 98 FM”.