Da Redação com CMC

Dois projetos em tramitação que tratam sobre o transporte coletivo da capital foram alterados nesta terça-feira (27) na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). O primeiro deles prevê avaliação periódica obrigatória dos motoristas e cobradores de ônibus, com periodicidade definida pelo profissional que prestará o atendimento – antes, a proposta do vereador Dirceu Moreira (PSL), determinava que os exames deveriam ser feitos de seis em seis meses.

projeto-de-lei-do-transporte

Foto: Divulgação

O projeto do vereador Rogério Campos (PSC) que disponibilizaria ônibus exclusivos para mulheres nos horários de pico também foi alterada. Ele retirou a responsabilidade de fiscalização da Secretaria Municipal do Transporte e da Guarda Municipal.

As proposições modificadas ainda tramitam na CMC e podem ser acompanhadas na página da instituição na internet.

InterTerminais

Outra iniciativa, do vereador Dirceu Moreira (PSL), começou a tramitar neste mês na CMC. O parlamentar sugeriu a criação de uma linha “InterTerminais”, para desafogar o movimento. Ela ligaria em seu trajeto os bairros do Cabral, Capão da Imbuia, Hauer, Portão e Campina do Siqueira.