Do TCE-PR

Irregularidades no abastecimento de carros oficiais, apuradas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), condenaram cinco prefeituras do Paraná a devolver dinheiro aos cofres públicos. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira e apontam que as administrações citadas abasteceram com mais de um milhão de litros de combustível carros que nunca saíram do lugar.

tce

(Foto: Divulgação TCE-PR)

De acordo com o TCE-PR, Cerca de 1 milhão de litros foram identificados como gastos por 1.790 veículos de 43 entidades sem que houvesse variação no hodômetro/horímetro. Ou seja, o combustível teria sido gasto sem que o veículo se movimentasse.

Outros 600 mil litros foram identificados como gastos por veículos que teriam percorrido de 0,1 a 4 quilômetros por litro. O fato ocorreu em 47 entidades. Em alguns casos, ocorreram os dois problemas nos mesmos municípios.

Além da verificação efetiva dos gastos, um dos intuitos do TCE é alertar os gestores públicos sobre a necessidade de ampliar os mecanismos de controle do uso das frotas. Como resultado positivo, constatou-se que, entre 2014 e 2015, houve redução de 87% no montante de litros alocados em veículos supostamente parados.

Ao final do trabalho, identificou-se que houve problemas efetivos, com emissão de notificação, nos municípios de Nova América da Colina, Santa Cruz do Monte Castello, Terra Rica, Pinhão e Guairaçá.