Da Redação

A Prefeitura de Curitiba informou, nesta sexta-feira (26), que abriu procedimento administrativo para apurar as circunstâncias da prisão do advogado e candidato a vereador pelo PSOL, Renato Almeida Freitas Junior. De acordo com nota enviada à imprensa, a determinação partiu da Secretaria Municipal da Defesa Social e deve investigar as atitudes tomadas pelos guardas municipais no Largo da Ordem. Para Renato, que é negro, a ação foi motivada por racismo.

vereadorpreso

Foto: Divulgação

Em vídeo postado no Facebook, o candidato a vereador disse que estacionou o carro na Rua do Rosário e negou que o carro estivesse com som tão alto como aponta o boletim de ocorrência. “Eu fiquei ali sentado, tranquilo e tomei um pouco de bebida alcoólica. Eles chegaram e fizeram o procedimento, me enquadrando. Acatei todas as ordens e eles não acreditaram que um preto, pobre e sentado no meio fio poderia ser dono de um Hyundai i30”, afirmou. Ainda ontem, Renato disse que foi espancado pelos guardas.

Segundo a Guarda Municipal, o candidato ouvia música alta em frente à Casa de Leitura e teria desacatado guardas após pedido para que baixasse o volume do som. Em nota, a Guarda informou que, “de acordo com informações registradas no boletim de ocorrência, um funcionário da Casa de Leitura foi quem entrou em contato com a Guarda, relatando perturbação de sossego. Detido, ele foi encaminhado ao 3° Distrito Policial por desacato”.

Nesta sexta, a Câmara de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Paraná (OAB-PR), a Procuradoria da Seccional e as comissões de Direitos Humanos e de Igualdade Racial informaram que acompanham o ocorrido. A OAB Paraná deu as orientações necessárias e solicitará a presença do advogado para que ele possa dar conhecimento de todos os fatos e receber outras recomendações cabíveis.

O Sindicato da Guarda Municipal de Curitiba e a Comissão de Direitos Humanos da OAB foram convidados pela Prefeitura para acompanhar o trabalho da comissão encarregada da apuração, que ouvirá todos os envolvidos.

Notícia Relacionada: