do G1/PR

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) manteve a decisão da Justiça Eleitoral local e cassou o mandato do prefeito e do vice-prefeito de Rolândia, no norte do Paraná. A decisão unânime da Corte foi tomada por considerar que a dupla exerceu abuso de poder econômico durante a campanha à reeleição em 2012. Os advogados de defesa de ambos garantem que irão recorrer da sentença mais uma vez, desta feita ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Johnny Lehmann (PTB) e José Danilson foram reeleitos com 53,56% dos votos na eleição municipal de outubro de 2012. Por terem obtido mais da metade dos votos válidos, a dupla segunda colocada nas eleições, Eurides Moura (PSDB) e Márcio Vinícius, fica impedida de assumir o cargo. O presidente da Câmara Municipal deve assumir a prefeitura até que uma nova eleição seja convocada.saiba maisPrefeito de Rolândia tem diplomação cassada e pode haver nova eleição

O entendimento do TRE-PR foi de que Lehmann e Danilson exageraram nos anúncios veiculados durante a campanha eleitoral, utilizando de dinheiro público para promoção pessoal. A denúncia havia partido da promotoria eleitoral do município e a decisão deve ser publicada nesta quarta-feira (20).