Redação com MP-PR

prefeito s serra

Prefeito Adir José Santos Leite

O Ministério Público do Paraná ofereceu denúncia ao Tribunal de Justiça do Paraná contra o atual prefeito de São Jerônimo da Serra, Adir dos Santos Leite (PSDB), por desvio de recursos públicos. A acusação deriva da Operação Sucupira, deflagrada no início de agosto pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Londrina e pela Promotoria de Justiça de São Jerônimo da Serra.

Na denúncia é atribuída ao prefeito a participação em 73 fatos criminosos, juntamente com outras 39 pessoas, em datas diversas, que envolvem os crimes de peculato, corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, fraude à licitação e organização criminosa.

Na semana passada, outras 39 pessoas, incluindo os filhos e a esposa do prefeito municipal, foram denunciadas à Justiça na comarca de São Jerônimo da Serra pelos mesmos crimes. Todos teriam agido juntos para lesar os cofres públicos

O gestor público teve seu processo desmembrado e foi denunciado ao TJ em função da prerrogativa de foro. Os demais respondem na comarca de São Jerônimo.

Esquema

Na acusação, o MP-PR aponta que o prefeito municipal comandava uma organização criminosa que agia direcionando procedimentos licitatórios para empresários previamente escolhidos, os quais favoreciam a concretização dos desvios de insumos e serviços. Além disso, o grupo realizava o abastecimento de carros particulares e de terceiros com recursos que deveriam ser utilizados para o abastecimento da frota municipal, entre outros crimes. O esquema teria durado desde a posse do prefeito municipal, em 1º de janeiro de 2013, até meados de agosto de 2014.