O empresário Joel Malucelli, que foi apontado como o possível candidato do PSD ao governo do estado, afirmou ao Jornal da Banda B da tarde desta quarta-feira (17) que tem muita vontade de ajudar o Paraná. “Não é todo mundo que recebe um convite como esse. A vontade de ajudar o estado que eu nasci eu tenho, mas temos que verificar várias outras questões, como o futuro das minhas empresas”, disse.

Divulgação

O nome de Malucelli foi colocado pelo presidente da Executiva Estadual do PSD, deputado federal Eduardo Sciarra, durante o Jornal da Banda B edição da manhã desta terça-feira (16). Segundo Sciarra, ele está conversando com a diretoria e é um nome em que eles trabalham, mas existem outros nomes que também podem ser colocados

Segundo Malucelli, ele se sentiu muito honrado e já começou a analisar a possibilidade. “Até outubro devemos ter uma decisão encaminhada. Vou avaliar o quadro político mais para frente, a minha capacidade de assumir o cargo e como ficaria o relacionamento das minhas empresas, já que algumas possuem relacionamento com o atual governo”, comentou.

O empresário comentou que já teve inclusive conversas com o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, que afirmou que a ideia do partido, independentemente do nome é sim a de ter candidatura própria. “O PSD é um partido diferente, estou filiado por causa das pessoas que aqui estão, que são muito éticas. Temos o Ney Leprevost, Luiz Carlos Martins, o Sciarra, e nos próximos seis meses devemos ter uma definição”, concluiu.

Joel Malucelli se aposentou do comando de 70 empresas que compõem seu conglomerado [J. Malucelli], o maior do Paraná, cujo faturamento em 2012 bateu a casa do R$ 1,7 bilhão.