Por Josianne Ritz do Blog Política em Debate

A dúvida sobre qual espaço caberá ao PMDB e quem o ocupará levou o governador Beto Richa (PSDB) a adiar novamente o anúncio da reforma do secretariado do governo do Estado. Depois de prometer que divulgaria os novos nomes de sua equipe no início desta semana, Richa afirmou ontem que precisa de mais tempo para os últimos acertos. Mas confirmou que um dos objetivos das mudanças é compor uma ampla aliança para apoiar seu projeto de reeleição em 2014. Para isso, além do PMDB, o tucano pretende atrair ainda o PSC e o PSD.

“Eu vou anunciar esta semana. Eu disse que seria a semana passada, mas coloquei da mesma forma que não tinha pressa. Os resultados do governo são bons, mas alguns ajustes eu pretendo fazer em algumas áreas específicas. Eu sou muito cauteloso e não tenho pressa”, alegou o governador, após visita às obras do PAC da Copa em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.