Da Redação
Os deputados da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa (Alep) comunicam que não comparecerão à sessão plenária convocada para a tarde desta quarta-feira (11), às 14h30, no 5o andar do prédio administrativo (antigo restaurante) da Casa.

Confira nota enviada a imprensa:

A Oposição rechaça veementemente a realização de sessão em local que não seja o plenário da Alep. O fato representa um grave atentado à participação popular no processo legislativo estadual.

Os oposicionistas informam que não houve por parte de seus mandatos ou partidos incentivo à ocupação das galerias e do plenário da Casa pelos trabalhadores da educação na tarde de ontem.

A ação é resultado da falta de diálogo e intransigência do governo Beto Richa (PSDB) e da base aliada na Alep na condução do processo que visa a aprovação do “pacote de maldades”.

A realização de sessão plenária em local que não seja o plenário, sem a participação popular, aumenta o impasse e potencializa a tensão entre o governo tucano e trabalhadores.

A Oposição se coloca à disposição para atuar como mediadora para a instalação de uma mesa de diálogo entre os trabalhadores, a Mesa Diretora da Alep e o governo na busca de alternativas para o impasse.

A Bancada comunica ainda que irá propor na tarde de hoje medida judicial contra a realização do “tratoraço” – votação dos projetos do Executivo em Comissão Geral.