O vereador Joaquim Gonçalves de Oliveira, o Oliveira da Ambulância, do PTB, foi escalado para presidir a primeira sessão da Câmara Municipal de Colombo, na região metropolitana, em virtude de ser o mais idoso da legislatura 2013-2016.

Caberá a Oliveira da Ambulância a tarefa de empossar os demais 20 vereadores do município em cerimônia nesta terça-feira (1º).

Colombo elegeu 21 vereadores no último dia 7 de outubro, mas a juíza Letícia Portes, da comarca local, acatou uma ação popular determinando a manutenção das 13 cadeiras da legislatura que se finda hoje (31). Entretanto, o juiz eleitoral Luiz Fernando Keppen (foto) diplomou todos os eleitos.

Após a posse, que ocorrerá às 14 horas, os 21 vereadores escolherão o novo presidente da Câmara Municipal. O eleito assumirá interinamente a prefeitura da cidade, pois a mais votada no último pleito – Beti Pavin, do PSDB – teve o registro da candidatura barrado pela Lei da Ficha Limpa.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá convocar nova eleição em Colombo. A tendência é que esse imbróglio se arraste durante todo o ano de 2013.

Para a disputa, duas chapas foram registradas. A primeira será encabeçada pela vereadora Professora Michele, do PT, e terá os seguintes membros: Eurico Dino, do PV, vice-presidente; José Aparecido Gotardo, do PDT, 1º secretário; Oliveira da Ambulância, do PTB, 2º secretário; e Clodoaldo Camargo, do PTN, 3º secretário.

Na outra chapa, ligada à tucana Beti Pavin, estão inscritos José Renato Strapasson (Pelé), do PTB, presidente; Sérgio Roberto Pinheiro, do PRB, vice; Renato da Farmácia, do PSDC, 1º secretário; Vagner da Aviação, do PRB, 2º secretário; e Dolíria Strapasson, do PSDB, 3º secretária.

Resumo da ópera: Quem for eleito presidente da Câmara será o prefeito de Colombo e vice assumirá a presidência do legislativo municipal.

As informações são do Blog de Esmael Moraes