O Instituto de Pesquisa Ibope foi contratado pelo Governo do Paraná para atender a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) e deve realizar enquetes interativas e pesquisas quantitativas com entrevistas telefônicas a partir deste mês de março. O contrato é válido pelo período de 12 meses.

Reprodução

Vale lembrar que nas últimas eleições, o instituto errou todas as pesquisas de intenção de votos e teve um pedido de Comissão Parlamenta de Inquérito (CPI) iniciado na Assembleia Legislativa, proposta pelos deputados da base de apoio a Richa no final de 2012.

O que chama a atenção é o fato do contrato de R$ 2.315.520,00, feito pelo governo do Paraná com o instituto, ter sido divulgado um dia antes da pesquisa que deu ao governador Beto Richa 73% de intenção de votos dos paranaenses para a sua reeleição.

Nota de esclarecimento

O governo do estado enviou nota referente ao assunto. Segue na íntegra:

“Em relação à contratação de prestação de serviços de pesquisas de opinião pública e enquetes pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), esclarecemos que:

– A Lei Estadual 17480, de 10 de janeiro de 2013, institui o Sistema Estadual de Informações de Governo – Paraná (SEI-PR), cria o Conselho Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação – Paraná (CETIC-PR) e cria o Programa Estadual de Informações Integradas (PEII-PR).

– O Programa Estadual de Informações Integradas – Paraná (PEII-PR), tem por objetivo integrar, organizar, consolidar, disponibilizar dados e qualificar informações estratégicas provenientes dos sistemas aplicativos utilizados pelos órgãos e entidades da administração pública estadual.

– No âmbito de atuação do PEII-PR, a Celepar deve prover mecanismos e soluções de monitoramento da qualidade dos serviços públicos prestados.

– Para aferir a qualidade dos serviços públicos prestados pelo Estado aos cidadãos paranaenses a Celepar abriu processo licitatório para contratação de empresa especializada em pesquisa.

– A concorrência pública 028/2012 apontou o Ibope como empresa vencedora, por apresentar menor preço”.