Juliano Cunha – Banda B

A ex-ministra do Meio Ambiente que ficou em terceiro lugar nas última eleições presidenciais, Marina Silva, chegou a Curitiba na manhã deste sábado (4) para participar de diversas ações que visam a criação de um novo partido, a Rede Sustentabilidade. Entre os eventos, Marina confirmou um almoço com a participação de militantes e políticos, como o prefeito da capital, Gustavo Fruet (PDT).

Em entrevista coletiva no salão nobre do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Marina comentou que está fazendo uma jornada pelo Brasil para buscar o apoio e as assinaturas necessárias para a criação do novo partido, já que pela Lei Eleitoral, são necessárias 550 mil filiações. “O Rede defende o desenvolvimento sustentável, a educação de qualidade, a ética na política e um Brasil melhor de se viver, preservando os nossas riquezas naturais. Já temos 263 mil assinaturas, resultado dos trabalhos voluntários por todo o país, e esperamos completar o número exigido pela lei até julho”, comentou.

Marina também comentou as acusações de grandes figuras da política nacional que alegam que o Rede seria apenas um esforço que forçaria um segundo turno nas eleições de 2014 entre Dilma Rousseff (PT) e o PSDB, que tem como nome mais cotado o senador mineiro Aécio Neves. “Isso é uma falta de respeito com a trajetória de vida de pessoas que estão há 30 anos lutando por direitos humanos e luta política. Nós somos um movimento que não vai precisar de um ministério por sermos independentes. Não somos como os velhos partidos que são oposição por oposição e criticam qualquer atitude do governo”, afirmou.

Capital ambiental

Para concluir, Marina lembrou que Curitiba sempre foi reconhecida como capital ambiental e vê nela um modelo para o desenvolvimento sustentável. “Aqui temos uma base social importante, aliados com cultura democrática e que sabem que temos o direito de nos organizarmos, como o Requião, o Cheida, o Rocha Loures, o Rasca e tantos outros. Nós somos de fato um partido novo”, concluiu.

Após a coletiva, Marina caminhou pelo calçadão da Rua XV de Novembro e seguiu para o almoço com lideranças do novo partido, que teve a presença do prefeito Gustavo Fruet. Ainda hoje ela participa de um jantar com militantes do partido.