Redação

Rodovia da Uva deve ter as obras retomadas em 60 dias – Foto: Prefeitura de Colombo

A espera já dura pelo menos sete anos. Este é o tempo que os moradores de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba aguardam pela duplicação da Rodovia da Uva, principal ligação da cidade com a capital. Cerca de 40% das obras foram feitas, mas falta terminar o trabalho.

Agora, o deputado Luiz Carlos Martins informa que, em conversa com o governador Beto Richa, ele lhe garantiu que dentro de 60 dias as obras serão retomadas e que já há recursos para isso. “Desde 2010 a população de Colombo aguarda a finalização desta obra e agora, finalmente, o governador me garantiu que a Rodovia da Uva será concluída”, disse Martins ao vivo nesta sexta-feira (31), em seu programa na Rádio Banda B.

Principal ligação entre Curitiba e Colombo, a Rodovia da Uva recebe cerca de 16 mil carros por dia. Além da duplicação de 6,5 km, a reforma inclui ciclovias, semáforos, calçadas e ainda iluminação.

A obra parou, segundo o governo, por falta de recursos e problemas no projeto já que houve a necessidade da realização de uma nova licitação após a empresa que executava os trabalhos ter decretado falência. Em 2013 a obra foi retomada. Mas no fim de 2015, segundo o DER, mais uma vez foi paralisada.

“Agora, tantos os moradores de Colombo quanto os de Curitiba terão mais segurança para trafegar na Rodovia da Uva. A retomada da obra é resultado de um esforço não só nosso, mas também da prefeita Beti Pavin”, completou Martins.

Notícias relacionadas:

Luiz Carlos Martins pede que governo explique demora na duplicação da Rodovia da Uva