Redação

O Partido da Pátria Livre (PPL), conseguiu derrubar na noite desta segunda-feira (11) a pesquisa do Instituto Vérita sobre a disputa pelo governo do Paraná. Uma liminar do juiz auxiliar Leonardo Castanho Mendes, do Tribunal Regional do Paraná (TRE), suspendeu a divulgação da sondagem sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Segundo a liminar, a pesquisa do Instituto Veritá apresentou três falhas: a) distorção entre a estratificação da amostra constante do plano amostral quanto ao grau de escolaridade e daquela constante do questionário, o que inviabilizaria o cumprimento da amostra indicada; b) divergência entre a data de realização da pesquisa constante do questionário apresentado e do registro da pesquisa; e c) existência de espaço em branco no disco relativo à eleição presidencial.

Enquanto isso, outra pesquisa está para ser divulgada no Paraná. É do Instituto Datafolha, registrada na última sexta-feira (8). A pesquisa encomendada pelo Jornal Folha de São Paulo e RPC TV deve ouvir 1248 entre os dias 12 e 14 de agosto. Se a sondagem for concluída antes, o instituto já pode publicar o resultado a partir de quarta-feira, dia 13 de agosto. O custo da pesquisa com registro PR-00014/2014 é de R$ 81.415,38.

Para o diretor do Instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, é preocupante a decisão da Justiça de proibir a pesquisa do Instituto Veritá. Segundo Hidalgo, é preciso ser justo e atribuir o mesmo critério de julgamento para todas as pesquisas. “O Paraná é o único estado do país que ainda não divulgou pesquisas desde que a campanha foi liberada. Isso é preocupante. E tem mais: se a Justiça impugnou a pesquisa do Veritás vai ter que impugnar a do datafolha. A lei tem que ser igual para todos”, disse o diretor em entrevista à Banda B nesta terça-feira (12).

Hidalgo ainda lembrou que há quatro anos, os mesmos que criticaram O então candidato Beto Richa por pedir a impugnação de pesquisas, fazem o mesmo hoje. “Todos criticavam Richa de pedir a impugnação das pesquisas e hoje os adversários tomam o mesmo caminho. Isso precisa mudar. E digo ainda que este desespero de impedir as pesquisas está no campo financeiro. No dia seguinte a uma pesquisa não entra mais um centavo na campanha dos que estão perdendo”, revela.

Debate

Na próxima quinta-feira (14), acontece o primeiro debate na TV entre os candidatos ao governo do Paraná. Será na Band TV, às 22 horas. Participam os candidatos de partidos com representação no Congresso Nacional, ou seja, Beto Richa (PSDB), Gleisi Hoffmann (PT), Roberto Requião (PMDB), Bernardo Pilotto (PSol) e Ogier Buchi (PRP).