Da Redação

Com seis pontos à frente de Aécio Neves (PSDB), o Ibope aponta vitória da candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) nas eleições presidenciais. Já o Datafolha aponta a petista um pouco a frente, mas considerando a margem de erro, empatada com o tucano.

No Ibope, a candidata à reeleição aparece com 53% das intenções de votos válidos, contra 47% de Aécio. A diferença está fora da margem de erro, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.  Para calcular esses votos, Ibope e Datafolha excluem da amostra os votos brancos, os nulos e os indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Em votos totais, Dilma continuou com 49%, enquanto o tucano passou de 41% para 43%. Brancos e nulos somam 5%. Os indecisos somam em 3%.

A pesquisa mostra uma quebra na tendência de crescimento que as intenções de voto em Dilma apresentaram entre a semana passada e quarta-feira.

Por região, Dilma lidera no Nordeste, 68% a 27% dos votos totais, e Aécio no Sudeste, 50% a 39%. Há empate técnico no Norte/Centro-Oeste, Dilma 48% contra 45% de Aécio, e também no Sul, onde a petista tem 43% e o tucano 47%.

A pesquisa Ibope foi encomendada pelo jornal O Estado de São Paulo e pela TV Globo. Foram ouvidos 3.010 eleitores, em 206 municípios entre sexta-feira e sábado. A margem de erro é dois pontos porcentuais para mais ou para menos. A margem de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE com o protocolo 01195/2014.

Datafolha

No Datafolha, Dilma aparece com 52% e Aécio com 48% dos votos válidos. De acordo com o Datafolha, a candidata à reeleição chega à véspera da votação empatada tecnicamente com seu adversário, mas tem maior a probabilidade de estar à frente. Os dois candidatos estão tecnicamente empatados dentro do limite da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de São Paulo.

O Datafolha ouviu 19.318 eleitores em 400 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01210/2014.