AEN
Investimentos na educação estadual foram firmados na manhã desta segunda-feira (28)

O governador Beto Richa anunciou um pacote de R$ 52 milhões para melhoria e modernização na infraestrutura escolar para o início do ano letivo de 2013. Os investimentos vão beneficiar cerca de 2.100 escolas, o que representa 98% das unidades da rede estadual. As medidas foram apresentadas para os chefes de Núcleos Regionais de Educação em solenidade no Palácio Iguaçu nesta segunda-feira (28/01).

Os recursos são do Governo do Estado e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e incluem a aquisição de equipamentos como 32 mil tablets para professores do ensino médio, 122 mil conjuntos de carteiras escolares, mesas para salas de aula e laboratórios, mobiliário para bibliotecas e aparelhos para as cozinhas, além de equipamentos de proteção para mais de 5.400 merendeiras da rede estadual de ensino.

Os novos equipamentos começaram a ser entregues pela Secretaria da Educação no final do ano passado. “A qualidade da educação é a nossa maior obra. Esses investimentos são uma pequena mostra do trabalho que envolve, acima de tudo, valorização e respeito ao professor, alunos e sociedade”, destacou o governador Beto Richa.

Segundo o governador, os investimentos atendem às principais reivindicações dos profissionais da educação. “Hoje temos uma união entre o governo e toda a comunidade escolar”, disse Richa, lembrando que desde 2011 a Secretaria da Educação visita e trabalha junto aos 32 núcleos regionais para debater as principais demandas do magistério estadual.

Dentro do pacote de investimentos também estão sete conjuntos formados por trator, arado, roçadeira, grade niveladora e carreta, para diretores de colégios agrícolas e centros de educação profissional. Os equipamentos são específicos para o ensino técnico na área agrícola e fazem parte de um pacote de R$ 200 milhões que está sendo aplicado na Educação Profissional, que inclui construção de novas unidades, reforma e ampliação de escolas existentes, instalação e atualização de laboratórios e acervo e formação continuada.

VALORIZAÇÃO – “A volta às aulas será marcada por uma série de investimentos na modernização da infraestrutura escolar e na valorização profissional. Muitos desses materiais são aguardados desde 2005, principalmente o mobiliário, que traz mais conforto e segurança para professores, alunos e funcionários”, afirmou o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns.

Para Lúcia Aparecida Cortes Matos, chefe do Núcleo Regional de Educação de Londrina, os investimentos demonstram a valorização dos profissionais de educação. “Nós que estamos na ponta sabemos da importância desses investimentos. Há anos não temos tido a atenção adequada do Estado, mas hoje, somos respeitados e valorizados”, destacou a professora.

Participaram da solenidade o secretário-chefe de gabinete, Deonilson Roldo; o chefe da Casa Militar, coronel Adilson Castilho Casitas; o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni, os deputados estaduais Plauto Miró, Alexandre Cury, Pedro Lupion, professor Lemos, Rose Litro, Nelson Luersen e Jonas Guimarães; prefeitos, chefes de núcleos, entre outras autoridades.

NOVAS TECNOLOGIAS – Parte do investimento integra um projeto para implantar novas tecnologias para a educação no Paraná. Inicialmente, professores do ensino médio vão receber aproximadamente 32 mil tablets e serão capacitados para usar os aparelhos em sala de aula, com acesso à internet. O equipamento permite fazer o registro de classe e o lançamento de notas on-line, além de facilitar a consulta a livros e outros conteúdos digitais.

A Secretaria da Educação já iniciou a capacitação de técnicos e multiplicadores que repassarão o conhecimento aos professores. Os próximos a serem incluídos no programa serão os professores da educação básica, de Apaes e escolas de educação especial.

“Esse equipamento vem somar nos trabalhos dos professores, que terão uma ferramenta moderna. Os alunos chegam na escola com esse tipo de tecnologia e nós precisamos estar juntos com nesta evolução”, comemorou a chefe do Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa, Maria Izabel Vieira.

A meta da secretaria é levar internet em banda larga e sem fio para dentro das 25 mil salas de aula da rede estadual. Com o sistema (Wi-Fi), cada sala de aula terá um computador com projetor multimídia integrado, que permitirá ao professor projetar conteúdos educacionais em qualquer superfície, como uma lousa digital.

INFRAESTRUTURA – Do total de novas carteiras, 1.000 serão destinadas para alunos com deficiência. Além disso, a secretaria investe em aparelhos de ar condicionado, mesas, fogões e fornos industriais, freezers, refrigeradores, entre outros equipamentos.

“Esses investimentos significam mais qualidade na educação e a segurança de que toda escola possa desenvolver bem seus trabalhos”, salientou Flávio Arns. Segundo ele, até o final do ano devem ser investidos R$ 100 milhões na compra de equipamentos para a infraestrutura escolar.

PROTEÇÃO PARA MERENDEIRAS – A Secretaria da Educação também entregará 5.441 conjuntos de uniformes para profissionais que trabalham nas cozinhas escolares. É a primeira vez que esses profissionais da Educação recebem esse tipo de equipamento completo.

Cada merendeira está recebendo um kit com dois jogos de calça e jaleco, avental de tecido e de PVC, luvas de látex, luvas descartáveis, toucas protetoras e botas de PVC.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento Educacional, Jaime Sunye Neto, esses equipamentos escolares são apenas uma parte do grande investimento que está sendo feito na modernizada da estrutura interna das escolas do Paraná. “Além dos equipamentos, temos um trabalho gigantesco para construção, ampliação, reforma, projetos, mapeamento da necessidade de novas unidades, sem falar em todo trabalho pedagógico”, afirmou.

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL – O governador Beto Richa entregou, ainda, sete conjuntos agrícolas – formados por trator, arado, roçadeira, grade niveladora e carreta – para Colégios Agrícolas e Centros de Educação Profissional. Os equipamentos serão utilizados para o ensino técnico dos alunos.

“Agricultura é a base da nossa economia. Estamos investindo na capacitação desses futuros profissionais para que tragam ainda mais desenvolvimento para o nosso campo”, disse o governador.

“O ensinamento técnico é fundamental para nossos alunos. Esses equipamentos vêm somar para e melhorar a educação do nosso colégio”, agradeceu Rogério João Brekaito, diretor do Colégio Agrícola Manoel Moreira Pena, de Foz do Iguaçu.

Também receberam os conjuntos agrícolas os Centros de Educação Profissional de Arapoti, Newton Freire Maia (Pinhais), Mohamad Ali Hanzé (Cambará) e os Colégios Agrícolas de Campo Mourão e Umuarama.

AGRICULTURA FAMILIAR – Durante a solenidade, o governador Beto Richa confirmou que o Estado investirá neste ano R$ 32 milhões na compra de produtos da agricultura familiar para compor o cardápio da merenda das escolas estaduais. O valor é quase onze vezes maior que o investido no ano passado. “É mais qualidade na alimentação dos nossos alunos e um importante instrumento para auxiliar as famílias produtoras do nosso Estado”, disse .

Equipamentos distribuídos para escolas da rede estadual

32.022 tablets para professores do ensino médio

121.000 conjuntos de carteiras para alunos

5.441 kits de equipamentos para merendeiras

1.000 carteiras para pessoas com deficiência

1.766 aparelhos de ar condicionado

5.000 mesas para bibliotecas

960 fogões industriais

20.000 carteiras para bibliotecas

1.750 fornos industriais

3.500 mesas tipo escrivaninha

1.400 freezers horizontais

1.000 mesas de reunião

1.250 refrigeradores

5.000 banquetas para laboratórios

2.000 mesas para refeitório