Da Redação

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná (MP-PR) cumpriu mandado de busca e apreensão contra o gabinete e a casa de um vereador de Piraquara, cidade da região metropolitana de Curitiba, na manhã desta quarta-feira (4). O nome do político investigado não foi divulgado.

Segundo Leonir Batisti, coordenador do Gaeco, o vereador foi denunciado por se apropriar do salário de funcionários. “A denúncia que chegou à promotoria da cidade é que o vereador estaria se apropriando de valores dos funcionários. Ele ficava com uma parte do salário”, descreveu à Banda B.

Batisti não quis passar detalhes sobre o resultado da operação. “Ainda não podemos confirmar o resultado do cumprimento destes mandados. Isso será divulgado em um momento pertinente”, concluiu.

Embora o Gaeco não tenha informado o nome do vereador, o presidente da Câmara de Piraquara, Josimar Froes (PDT), procurou a Banda B para informar que a busca aconteceu na casa e gabinete do vereador Sidnei Cesar Mamede (PRB) e envolve apenas esse parlamentar da cidade.