Da Redação

Preso por extorsão de políticos e artistas na manhã desta terça-feira, o bruxo Chik Jeitoso tinha como principais alvos de ataques nas redes sociais o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o apresentador Ratinho, do SBT. O filho do artista, o secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná, Ratinho Junior, também não era perdoado por Jeitoso.

Chik Jeitoso foi preso nesta manhã (Foto: Reprodução Facebook)

Em postagem feita no último dia 18, por exemplo, Jeitoso chamava Fruet e a primeira dama, Márcia Fruet, de ‘picaretas que deveriam estar na cadeia’, fazendo referência a situação de moradores de rua na capital.

Já no dia 14 de novembro, o ‘bruxo’ usou o Facebook para detonar a família de Ratinho. “A família reunida para pegar propinas da Odebrecht e fazer lavagem de dinheiro. Enquanto isso o Picareta do Ratinho do SBT detona os outros no seu programa de baixaria no SBT”, disse ele.

Em outras oportunidades, Jeitoso atacava também a vida pessoal de Ratinho, com informações que não eram confirmadas. Durante entrevista coletiva, a Polícia Civil deverá confirmar se a prisão tem relação com estes ou outros ataques de Jeitoso.

Notícia Relacionada: