Da Folha de São Paulo

A pedido da defesa de Luis Claudio Lula da Silva, filho caçula do ex-presidente Lula, o depoimento que ele prestaria às 15h desta quinta (29), na Polícia Federal de São Paulo, foi adiado

Um advogado da equipe que defende o empresário de marketing esportivo solicitou a mudança de data nesta manhã junto à PF. Ele argumentou que precisava de mais tempo para estudar o inquérito.

A defesa do filho de Lula disse que teve acesso aos documentos da investigação na terça-feira (27), mesmo dia em que o empresário foi intimado. A coluna Mônica Bergamo, da Folha, revelou que a polícia foi ao apartamento de Luis Cláudio na noite de terça, por volta das 23h, para intimá-lo a depor nesta quinta no inquérito que apura irregularidades na Operação Zelotes.

Leia a matéria completa clicando aqui.