Redação com G1

Lula e FHC

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) chegou ao Fórum Ministro Jarbas Nobre, da Justiça Federal em São Paulo, nesta quinta-feira (9) para depor como testemunha em processo da Lava Jato. FHC foi arrolado como testemunha de defesa pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. A audiência com o juiz Sérgio Moro será realizada por videoconferência na manhã desta quinta-feira (9). As informações são do Portal G1.

Além de Okamotto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais cinco pessoas são rés no mesmo processo que envolve o triplex no Guarujá, litoral de São Paulo. Lula foi dispensado de participar de todas as audiências.

Além de Lula e de Okamoto, outras cinco pessoas também são rés na mesma ação. A esposa de Lula, Marisa Letícia, que morreu na sexta-feira (3), também era ré nesta ação penal.

A denúncia, que foi aceita em setembro do ano passado, abrange três contratos da OAS com a Petrobras e diz que R$ 3,7 milhões em propinas foram pagas a Lula. Para os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), a propina se deu por meio da reserva e reforma do apartamento triplex, em Guarujá, e do custeio do armazenamento de seus bens.

Entre as testemunhas arroladas pela defesa de Lula estão ex-ministros como Alexandre Padilha, Ricardo Berzoini, Tarso Genro, Gilberto Carvalho, Aldo Rebelo e Jaques Wagner.

Mai informações, clique aqui