cpi urbs

Integrantes da CPI do Transporte Coletivo da Câmara Municipal visitaram, ontem à tarde, o arquivo morto Urbs (foto: Andressa Katriny/Divulgação)

do Bem Paraná

As empresas de ônibus de Curitiba comunicaram ontem que renovaram por mais 30 dias o contrato com a empresa Dataprom para manutenção dos equipamentos do Sistema de Bilhetagem Eletrônica. A Dataprom foi contratada como terceirizada pelo Instituto Curitiba de Informática (ICI) para desenvolver o sistema de bilhetagem, sem passar por licitação, e esses contratos vem sendo investigados pela CPI do Transporte Coletivo da Câmara Municipal. A CPI também descobriu que a mesma Dataprom , a Dataprom tem 22,5% de participação no consórcio e teria como atribuição o fornecimento e instalação de circuito fechado de tv e parte das obras civis da Urbs.

Segundo a nota distribuída pelo Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp), a renovação ocorre por razões que fogem do controle das empresas, já que a Urbanização de Curitiba (Urbs) não teria dado retorno a pedidos de informação das empresas.

Para ler a reportagem completa, clique aqui