Da CMC

Uma emenda ao projeto do Plano Diretor, aprovada na sessão dessa quarta-feira (14) da Câmara de Curitiba, cria a política municipal da região metropolitana. O autor, Jonny Stica (PT), propõe, como um dos itens do instrumento, que o prazo das revisões das diretrizes de desenvolvimento desses municípios seja unificado.

dsc_0079

Foto: CMC

“Esta sinergia definirá a qualidade das ações de desenvolvimento regional integrado, antecipando problemas, aumentando a qualidade de vida dos munícipes e proporcionando um instrumento de planejamento e gerenciamento muito mais eficiente para seus gestores”, justifica Stica.

Outra diretriz da política municipal da região metropolitana seria a elaboração de ações integradas de desenvolvimento nas seguintes áreas: uso e ocupação do solo; transporte público; geração de emprego e de renda; economia social, educação, lazer, saúde e cultura; abastecimento hídrico, preservação e recuperação dos rios (leia mais); áreas de interesse de conservação ambiental; habitação de interesse social e regularização fundiária; destino e tratamento de resíduos sólidos; consórcios metropolitanos; e diretrizes viárias e parâmetros urbanísticos.

“Ao longo dos últimos anos, Curitiba vem experimentando um crescimento em escala geométrica, o que acabou induzindo também o crescimento dos municípios em seu entorno. A estreita relação metropolitana de interdependência entre vários aspectos exige condução estratégica, pois as barreiras territoriais já não existem mais, quando não mais é possível definir onde começa um município e termina outro”, completa Stica.