Redação com Folha

lula-e-amrian88

Lula e Marina

Em meio a nova crise no Governo Temer com as delações premiadas dos executivos da Odebrecht, Marina Silva e Lula ganham espaço rumo às eleições de 2018.

A ex-senadora venceria o segundo turno em todas as projeções realizadas em pesquisa Datafolha, feita nos dias 07 e 08 deste mês. No levantamento, Marina ganharia de Lula, Aécio Neves, José Serra e de Geraldo Alckmin.

O ex-presidente Lula também cresceu na última sondagem e poderia vencer os tucanos em disputas mais acirradas, mas perderia a eleição para Marina em um eventual segundo turno por uma diferença de nove pontos. Já nos cenários de segundo turno contra adversários do PSDB, Lula oscilou positivamente e teria pequena vantagem numérica em disputas contra o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), o chanceler José Serra (PSDB) ou o senador Aécio Neves (PSDB¬MG). Nas três situações, o quadro é de empate técnico, pois a pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na pesquisa, realizada nos dias 7 e 8 de dezembro com 2.828 pessoas com 16 anos ou mais, nenhum dos três tucanos obteve elevação nas intenções de voto, tanto em cenários de primeiro como de segundo turno.

Rejeição

A pesquisa também aponta que o presidente Michel Temer passou a ocupar o primeiro lugar no ranking de rejeição para o primeiro turno das próximas eleições. O percentual de entrevistados que não votaria em Temer em nenhum cenário saltou de 29%, em julho, para 45%. O presidente está em situação de empate técnico com Lula, cuja taxa de rejeição é de 44%, segundo o Datafolha. O terceiro posto na pesquisa sobre rejeição é ocupado por Aécio, que oscilou um ponto para cima e está com índice de 30%.

Para ver a pesquisa completa, clique aqui