Da Redação

(Fotos: Divulgação/Montagem Banda B)

O ex-presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, da Operação Lava Jato, afirmou que a empresa mantinha uma conta em nome de Luiz Inácio Lula da Silva com o objetivo de mantê-lo influente após a saída dele da presidência. A informação foi divulgada pelo Jornal Folha de S. Paulo na manhã desta sexta-feira (23).

A expectativa, segundo Odebrecht, era de que o petista continuasse a ter relevância no cenário político. Preso há um ano e meio em Curitiba, o executivo firmou acordo de delação no âmbito da Operação Lava Jato.

De acordo com ele, uma “conta” criada foi financiada pela área de empresa denominado Setor de Operações Estruturadas, responsável pelo pagamento de propinas e caixa dois.

Para ler a reportagem completa, clique aqui.