Redação

No início da votação deste domingo (26), o estado do Paraná já substituiu 177 urnas eletrônicas até o momento. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) neste segundo turno. O maior colégio eleitoral do Estado, Curitiba apresentou problemas com 8 urnas eletrônicas. Depois, a cidade que mais registrou problemas foi Londrina, com 21; São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, teve 18 urnas trocadas e Foz do Iguaçu com 10. Dois Vizinhos teve duas urnas com problemas. No Paraná, 25.875 compõem o parque de urnas.

No 1º turno, o Paraná teve 419 urnas eletrônicas substituídas por causa de problemas técnicos. Em todo o país 5.012 urnas precisaram ser trocadas, o que representa 1,12% do total das 494,9 mil máquinas espalhadas pelo Brasil. Até as 9h30 ninguém tinha sido detido por crime eleitoral, segundo o TRE.

País

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que, até o momento, 2.231 urnas foram substituídas em todo o país, o que corresponde a 0,51% do total.

Para resolver problemas desse tipo estão à disposição dos presidentes de mesa 61.438 urnas de contingência em todo país. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, vai conceder às 13h a primeira entrevista coletiva à imprensa para falar sobre o andamento das eleições neste segundo turno.