da assessoria

rasca rodrigues

Deputado Rasca Rodrigues (PV)

Os integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ibope apresentaram, nesta terça-feira (17), na Assembleia Legislativa, o relatório final da CPI, apontando fortes indícios de que as pesquisas eleitorais podem ser manipuladas ou fraudadas. A CPI analisou pesquisas divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) nas eleições municipais de 2012, em Foz do Iguaçu.

O presidente da CPI, deputado estadual Rasca Rodrigues (PV), apresentou o resultado do relatório, com base nos formulários das três pesquisas realizadas pelo instituto na disputa entre os candidatos a prefeito do município à época – Reni Pereira e Chico Brasileiro.

“Ligamos para todos os formulários para fazer as confirmações e praticamente a metade estavam indisponíveis, e levando em consideração a outra metade, que tivemos sucesso, o resultado que encontramos é totalmente o contrário do divulgado pelo Ibope em todas as pesquisas”, disse Rasca.

Indisponíveis

Na primeira pesquisa, de 31 de agosto de 2012, 48,3% dos contatos dos formulários estavam indisponíveis (telefone inexistente, não atendimento da ligação, inexistência do titular ou falta da indicação do número no formulário) e, entre os que atenderam, Chico Brasileiro ficou com 9,5% contra 7% de Reni Pereira. No entanto, o instituto divulgou vitória de Reni Pereira.

Na segunda pesquisa, 42,9% estavam indisponíveis e apresentou 10,3% para Reni Pereira contra 5,9% de Chico – já o Ibope divulgou empate técnico entre os candidatos. Na última, foram 34,7% de contatos indisponíveis para confirmação e, novamente, com vantagem para Reni Pereira 11,4% contra 6,9%, e o instituto divulgou vitória de Chico Brasileiro.

Estratégia

“Parece uma estratégia pensada. Numa pesquisa o candidato aparece atrás, depois empate e por último vence. Essas pesquisas não contribuem para o processo democrático. Vale aquela máxima: quem quer peixe vai à peixaria e quem quer pesquisa vai ao Ibope”, alegou Rasca.

Segundo Rasca, e a relatora da CPI, deputado cantora Mara Lima (PSDB), o relatório será encaminhado para o Ministério Público Estadual e Federal, Superior Tribunal Eleitora e para o Congresso Nacional como subsídio para a minirreforma política.

“Vamos responsabilizar civil e criminalmente os responsáveis, seja o instituto ou a empresa terceirizada, que ficou responsável pela pesquisa a campo. Encaminharemos aos órgãos competentes para que eles tomem as devidas providências”, concluiu.