da coluna de Celso Nascimento, da Gazeta do Povo

Tornozelo 1

O governo do estado divulgou ontem notícia que, talvez mal explicada, causa altíssimo grau de estupefação. O site oficial informa que a Secretaria da Justiça foi autorizada por Beto Richa a licitar a compra de tornozeleiras para monitoramento eletrônico de mil presos de Curitiba e região metropolitana. “Estão disponíveis R$ 25,9 milhões para a implantação desse modelo de cumprimento de pena”, diz a nota.

Tornozelo 2

Como é que é? Mil tornozeleiras custarão R$ 25,9 milhões? Nesse caso, dividindo um número pelo outro, conclui-se que cada tornozeleira vai custar R$ 25,9 mil – mais ou menos o preço de um Fiat Uno zero.

Tornozelo 3

E o que é uma tornozeleira? É um aparelho que, fixado ao tornozelo de um preso, permite que as autoridades sigam os seus passos. Assim, é possível tirar os menos perigosos das celas e mandá-los para casa, com a condição de que não se afastem de perímetros pré-determinados. Ao disparar alertas eletrônicos, o aparelhinho pode pôr a polícia no encalço do infrator.

Tornozelo 4

Com alguma sofisticação, a tornozeleira se assemelha a um rastreador veicular – desses que donos de carros e caminhões, com medo dos ladrões, compram e instalam por R$ 500,00. Tem alguma coisa errada ou dúbia na notícia do governo. Aguarda-se esclarecimento.