O deputado estadual Luiz Eduardo Cheida (PMDB) aceitou o convite do governador Beto Richa (PSDB) para assumir a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMA). Após referendo da bancada peemedebista na Assembleia Legislativa, Cheida se reuniu, no início da noite desta terça-feira (19), com o governador e expôs um plano de ação para os próximos 12 meses frente à Secretaria.

O novo secretário disse que seu trabalaho está baseado em quatro eixos fundamentais: agilidade nos processos licenciamento, implantação de uma política de resíduos sólidos que trabalhe na sintonia com a legislação federal, viabilização do pagamento por serviços ambientais e consolidação de uma política de recursos hídricos através da gestão das bacias hidrográficas.

“A gestão ambiental tem uma forte tradução social. Por isso, a necessidade de agilizar a implantação de atividades econômicas que tragam empregos e tributos ao Estado e proteger o ambiente natural, otimizando a utilização de seus recursos e garantindo o bem-estar de todos os paranaenses”, explicou Cheida. Segundo ele, Richa concordou: “O governador entende que é hora de dar esse salto qualitativo. Vou para o governo com a missão de ser mais um braço a ajudá-lo nesta tarefa”.

A perspectiva é que Cheida permaneça na SEMA por 12 meses, prazo necessário para consolidação deste trabalho, quando deverá se desincompatibilizar em respeito à legislação eleitoral vigente. Acompanharam Cheida na reunião com Richa o líder do PMDB na Assembleia Legislativa, Teruo Kato, e o deputado Nereu Moura.Com a saída de Cheida para o governo, quem assume a cadeira de deputado estadual é o radialista Luiz Carlos Martins (PSD).