Por Felipe Ribeiro

Dois dos principais candidatos ao governo do Paraná, Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) trocaram farpas e realizaram um mini-debate, na tarde desta quinta-feira (21), no microblog Twitter. O assunto que iniciou a discussão foi o subsídio do transporte coletivo de Curitiba, mas assuntos pessoais não ficaram de fora do embate, acompanhado por internautas.

requiaogleisi

Foto: Reprodução

Tudo começou após um tuíte da ex-ministra chefe da Casa Civil, colocando o link para uma matéria direcionada às propostas para o subsídio do transporte da capital. Imediatamente Requião, que é conhecido pela sua acidez nas redes sociais, respondeu que “subsídio sem revisão de planilha é negociata contra o erário”.

Após a resposta, o perfil de Gleisi iniciou a troca de farpas, indo para um lado mais pessoal. Primeiro, a petista cutucou: “Mas se você é contra baixar as passagens para os trabalhadores problema é seu”. O peemedebista rapidamente respondeu: “Tarifa baixa sem maracutaia com empresário financiador de campanha”.

Depois a primeira resposta, Gleisi continuou e utilizou de um bordão de quando Requião foi eleito governador pela segunda vez: “Isso mesmo. Sem maracutaia. Como deve acontecer quando algo não abaixa nem acaba né Requião”, referindo-se ao preço do pedágio nas estradas do Paraná.

Para completar a discussão, o ex-governador citou o caso André Vargas: “exatamente, posição firme contra André Vargas presidindo CPI. LEALDADE E FRANQUEZA, SEMPRE!”.

Com o encerramento das “réplicas e tréplicas”, Requião seguiu com as críticas, desta vez sem as menções diretas. Já Gleisi não mais respondeu o último tuíte citado do ex-governador.

Há cerca de um mês, o peemedebista havia usado a mesma rede social para afirmar que não atacaria a concorrente ao cargo antes do primeiro turno das eleições deste ano. “Determinei ao meu pessoal nenhuma critica a Gleisi. Nosso confronto de projetos será no segundo turno”, declarou, cutucando também o candidato à reeleição Beto Richa (PSDB).

gleisirequiaotwitter